segunda-feira, 25 de abril de 2011

STOP Two.

Pessoal, estou sem computador por agora. Portanto não estarei postando nesses dias.
Até breve!

terça-feira, 19 de abril de 2011

O tempo vai passando,
Fica difícil sem alguém aqui pra compartilhar meus momentos,
alguém pra conversar, me diverti como antes,
Quando vocês entraram dentro daquela coisa que iria levá-los embora,
Eu chorei, meu coração, minha alma chorou a cada segundo
Ainda choro,
Rimos juntos por causa de nada, por causa de tudo, por causa do meio termo
Era bom, e ainda aguardo ansiosamente por mais momentos assim...
Vai se passar um, dois, três e vários anos, mas eu vou está aqui ó...
esperando por vocês, até o último dia da minha vida.


Dedico a meus primos que estão morando longe. Bianca e Ewerton.

sábado, 16 de abril de 2011

Entendimento de sentimentos únicos

Eu sinto que você tem os mesmos ódios, tristezas e decepções que eu.
As nossas vidas parecem meio que idênticas.
Você sabe como me sinto e eu sei como você se sente.

E acho que sim, sinto o que você sente, sei te entender.
É uma dor profunda, partindo desde o princípio.
Tento esquecer, mas é algo que está marcado
Marcado profundamente, como uma tatuagem.

E sempre parece que está tudo e todos contra nós.
E sabe que é melhor ficar calado, as vezes sofremos sem nem mesmo dar sinal.


O silêncio as vezes machuca muito, mas é a melhor opção, melhor, a única.


Você se parece muito comigo.
E eu, pareço com você?


Sim, muito.

Eu não sei o que você passa, nem você sabe o que eu passo.
Só que sabemos exatamente o que o outro sente. 


E só saber exatamente o que você sente, me magoa, pois o que sinto não é bom.
Dói, acaba com meu eu lá dentro.



É um mal tão ruim que não desejamos pra ninguém, e saber que alguém passa por isso também, é agonizante.

E por incrível que pareça, aquela pessoa que nos faz passar por isso,  poderia sentir, apenas por um momento, para ela saber que o que sentimos não é fácil de hesitar, como pensam.

É, quem realmente merece passar por isso, provavelmente nem imagina o quanto as pessoas sofrem por causa delas.

E acho que deveríamos parar por aqui...




Criado por: Eliézer e Michele.

Tentar...



Tentar em vão
claro que não...
Você não pode esperar muito ao tentar
Tentar é algo que já está ciente de que pode ou não ter sucesso,
Se não, esse nome não existiria...
Por mais que tentar seja uma palavra simples, tem grandes efeitos sobre a vida
Seja qual for a tentativa, ela vai estar ao seu lado
Use-a, mas não nunca julgue-a.

sexta-feira, 15 de abril de 2011


? x !
Nesse momento ter a certeza só iria me machucar mais do que a duvida...
Agora sou covarde, capacidade do que quer que seja já não existe mais
Estou paralizada, ao lado da duvida,
Ela vai corroendo de leve, certeza se aponta e consegue retirar um grande impulso de choque,
Rápido, como borboletas no estômago em alguns segundos, mas quem se matém é a duvida
Somente ela,
Certeza, se insistir muito, por favor, não leve comigo o que batalhei pra construir
Certeza, seja boa, seja a verdadeira certeza
Duvida, talvez se continuasse sua jornada comigo eu não conseguiria viver
Mas nesse momento vou tentar hesitar a certeza...
Ela vai esperar, até que as coisas mudem pra melhor
Seja sensata, se não for duvida, venha certeza.

quinta-feira, 14 de abril de 2011

terça-feira, 12 de abril de 2011

Lá...

O meu medo já não é o mesmo,
Não é o medo de sentir a dor e ter que ir embora,
Mas o medo e a dor que vai ficar quando eu partir
Esse sim é meu medo
É quase egoísmo da vida, ou da morte
Deixar pessoas no mundo assim, transtornados pela perda
Sentindo uma dor profunda
O que passa pela mente é que um dia isso tudo passa,
Claro! Vai passar, mas em um  momento você irá sentir
Lembranças e mais lembranças irão surgir
Apelando pra Deus o porque isso tinha que ter acontecido
Pedindo pra que ele vigie a vida de quem mais importa pra você
Mas aquele dia ainda há de chegar e te deixar totalmente triturado por dentro
Sem conseguir hesitar a perda de mais lágrimas que sem a utilidade nem para levar embora
aquilo que te machuca, que te faz pensar em tudo que aconteceu e que irá acontecer por esse motivo.
E coração anseia pela volta daquilo que se foi, de uma forma falha, pois o que se foi nem sempre irá voltar, e dessa vez não voltará nunca.

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Talvez tenha sido tolice minha achar que algum dia ele poderia olhar pra mim de outra forma...
Achar demais nessa vida me fez perceber que perdi muito tempo esperando que coisas que não iriam acontecer, de forma alguma, em alguma hipótese poderiam acontecer,
Achei muita coisa, achei errado,
Achei que um dia ela poderia  ser desinteressante para ele e eu tornasse parte de algo surpreendente em seu mundo,
Isso só mostrou o quanto sou igual a todas,
O quanto eu continuaria sendo aquele ser insignificante para a pessoa que significava muito pra mim
Foi por achar que algo poderia mudar que perdi o tempo e a chance de mudar as coisas pra mim,
Eu achei que estava tentando, mas só a vida dele estava mudando, a minha continuava ali, parada...
Mas o estranho de tudo foi continuar achando que um dia ele poderia me amar, e amar da mesma forma que ele a amava, aquela cujo era linda, inteligente, interessante, ao contrário de mim, que não passava de uma tolinha querendo ser algo que jamais poderia ser, sim, ser... para ele.

sábado, 9 de abril de 2011

Sim, agora eu entendi...
Você tinha razão,
Eu não deveria ter peço que me desse uma chance para sentir isso
Eu entendi porque senti o quanto a dor é intensa,
Seria uma consequência de meu pedido?
Eu estou aqui agora, com o que pedi, e de bônus com o coração amargurado
Além do lindo sentimento transbordando, uma grande porcentagem de tristeza se acumula a cada dia
Percebi que deveria ter ficado sem isso, eu já não quero mais...
Por favor, me devolva meu vazio ou preencha corretamente.
É a última vez que peço.  


sexta-feira, 1 de abril de 2011

Dor oculta

Está localizada naquele canto do quarto,
Onde o travesseiro é o lenço, o amigo...
Soluços abafados diante de uma parede e cobertor,
A noite se prolonga,
E o choro se rende mais...
Fazendo com que lágrimas e mais lágrimas transbordem sobre uma caminhada,
passando pela maçã do rosto, encostando-se aos lábios trêmulos e por fim sugado pelo ''lenço-amigo''.

E a noite se eterniza,
A dor é intensa,
Já não pensa, apenas contenta...
Aquele momento só é mais um de vários que estão por vir.
Onde o peito de aço irá sumir e a dor oculta  progredir.                      


MRR.